Iniciar

Para iniciar esta Página, faça um clic na foto.
Navegue....e mergulhe, está num rio de águas límpidas!

quinta-feira, 25 de maio de 2017

DE RECURSO EM RECURSO...

Sabendo nós que as custas processuais e e honorários dos advogados não são acessíveis a qualquer bolsa......





quarta-feira, 24 de maio de 2017

HUMOR À QUARTA


O DIREITO À VIDA


"Autor era conhecido pelas autoridades. Parece que não atuava sozinho"

“Parece” que não atuou sozinho, diz secretária de Estado. (in "Notícias ao Minuto, AQUI")
----------------------------------------------------------------------------------

De facto, nesta Europa, em nome das Liberdades e dos Direitos das pessoas, sacrificam-se muitas vidas. Se este, e outros, já são considerados, pelo seu comportamento, potencialmente perigosos, não se compreende que os deixem "à vara larga" !
Tanto mais que, neste caso particular, ao que informam, o rapaz passava frequentemente pela Líbia, que, como sabemos, é um pasto donde se alimentam muitos grupelhos radicais com ligações ao DAESH!
Importa pensar seriamente e sem delongas, se a liberdade ou os direitos de um alucinado valem mais que a Liberdade, os direitos e a vida de outras dezenas!

terça-feira, 23 de maio de 2017

JE SUIS MANCHESTER

 Não é de bom tom alavancarmo-nos-nos numa tragédia como a de Manchester para invocarmos as nossas posições, mas, digo-o com toda a frontalidade: na perspectiva dos britânicos, O BREXIT tem toda a justificação. E o TRUMP, com todos os seus defeitos, na perspectiva dos cidadãos americanos, faz muito bem em estabelecer um crivo de malha fina na entrada de estrangeiros.
Ok, chamam-me chauvinista, o que quiserem. Talvez daqui a uns anos, mesmo que eu já cá não esteja para vos ouvir, me dêem razão.
Até vos autorizarei a dizerem: aquele "gajo" tinha umas ideias malucas, mas era bruxo! ;) Que esta política delicodoce e posturas de anjinhos celestiais ou mariposas voadoras, está a conduzir-nos para uma Europa a sangrar!

sexta-feira, 19 de maio de 2017

quarta-feira, 17 de maio de 2017

CAÇA AO TRUMP

Para que não venha alguma alma penada (ou depenada ) intuir o contrário, antecipo já que, respeitando a escolha dos americanos, não nutro qualquer simpatia pelo Trump, quando sobrepeso as implicações das suas políticas na Europa, a serem as que ele próprio enunciou em Campanha.
Mas, daí, até andar aos "tirinhos" ao homem sempre que ele mexe, como se estivesse na barraca dos tiros duma Feira Popular, como os seus caçadores furtivos, vai tanta distância como daqui à América, passando pelos Açores!
A princípio, acusavam o homem de ser beligerante, de fechar a América ao Exterior, de desprezar a Segurança da Europa, de não estabelecer pontes com outras potências mundiais que permitissem uma Paz duradoura na cena internacional.
Agora, que o homem se dispõe a combater com afinco o terrorismo internacional, com o DAESH à cabeça, mormente partilhando com a Rússia informações de planos terroristas, de que qualquer país poderia ser vítima, entorna-se o caldo, vira-se o prego e há que bater no bico: Trump cometeu um "crime", porque passou informações aos russos, quanto às intenções dos terroristas!!! Mesmo aqueles que andam sempre a bramar pela falta de união entre os Povos e partilha de informação e comunhão de métodos para combater os fautores do terror, se lhe atiram às canelas e lhe tentam arrancar a trunfa, que, afinal, dizem não ser postiça!
Em que ficamos?!
Como se diz na gíria, experimentem largar o homem da mão!
Não fecundem mais o Trump, porque ele fez isto ou o seu contrário, que ele até é casado e a consorte tem uma figura capaz de nos obrigar a mudar o azimute da cervical

terça-feira, 16 de maio de 2017

MAPUTO À CAMPEÃO

Para lá das fronteiras, dos oceanos, dos continentes, celebrou-se o Campeão!
Em Maputo, Moçambique, como em muitas outras paragens longínquas os benfiquistas vibraram de Alegria!

(Créditos ao autor do vídeo: Shaid Amir)

MARIANA, ESCUTA!

Carta aberta de Cristina Miranda a Mariana Mortágua

“Cara Mariana, no seguimento à sua brilhante frase “Temos de perder a vergonha e ir buscar dinheiro a quem está a acumular dinheiro”, permita-me a minha revolta nestas palavras que lhe dirijo: Esta sou eu com 16 anos no meu 1º trabalho, nas férias do Liceu (não, não é photoshop nem posei para a fotografia, estava mesmo a trabalhar!). Ganhei o meu 1º salário, 30 contos, como operadora de empilhador numa bloqueira. Aos 17, já carregava camiões, com chuva e pó nas ventas ao volante de 1 máquina de maior porte. Com 6h de trabalho intenso, onde por vezes era preciso montar paletes (de blocos de cimento), seguia pra escola. 

Aos 18 já era independente e pagava as minhas contas. Ingressei no ensino superior. Dava aulas durante o dia todo e seguia para o Porto, estudar à noite. Formei-me a pagar meus próprios estudos como trabalhador estudante. Comprei aos 23 anos meu 1º carro sozinha (1 super cinco em 2ª mão). Aos 28 anos construí 1 casa com empréstimo bancário que paguei durante 15 anos. Aos 35, tinha já 1 poupança de alguns milhares. Ao longo dos meus 50 anos, já fiquei sem emprego mas nunca sem trabalho. 
Só estive 4 meses no fundo de desemprego, para logo de seguida empreender. Quando estive grávida deixei perplexa a funcionária da segurança social perante minha ignorância e não ter, por isso, requerido subsídio. É que meus pais ensinaram-me a trabalhar, não a viver à custa do Estado. Não desenvolvi essa habilidade. Porque apesar de não ter dividido como o meu pai, 1 sardinha por três, cresci sem saber o que era abundância. A dar valor a tudo o que se tinha. A lutar. A fazer reservas para o futuro. 

Emigrados no Canadá, e porque era preciso “acumular dinheiro”, não tenho 1 lembrança, em criança, de 1 passeio com meus pais, de 1 almoço fora, de 1 férias… Os brinquedos, ainda hoje consigo lembrá-los todos. As roupas e calçado, só quando eram mesmo precisos. Vivi em casas modestas dormindo na sala. Porque era preciso “acumular dinheiro”, aos 5 anos tive de aprender a tomar conta de mim sozinha (ter babysitter é prós fracos). Porque meu pai , acampado nos bosques onde cortava pinheiros, só vinha ao fim semana. Minha mãe, tinha 2 empregos (era contínua e fazia limpezas), só a via à hora de almoço porque saía às 5h e chegava sempre pelas 24h. Cresci sozinha porque era preciso trabalhar arduamente para “acumular dinheiro”. Porque o meu pai não assaltou bancos. O que tinha era mesmo dele. Saiu-lhe do corpo. 

Por isso, vocês é que deveriam ter VERGONHA. Porque é preciso ser-se muito NULO para não saber governar sem sacar a quem faz pela vida. Criar grupos de trabalho de como assaltar as poupanças e património, em vez de procurar estimular e incentivar a economia. Porque de facto, já não pagamos impostos suficientes. Saiba que os “acumuladores de dinheiro deste país, trabalharam arduamente para o ter. Sejam grandes ou pequenos acumuladores de dinheiro”, TODOS começaram de baixo (excluo aqui, como é óbvio, os criminosos assaltantes de bancos, de património, traficantes). E consoante as suas aspirações, uns apostaram mais alto, outros menos, mas todos contribuindo para o enriquecimento da Nação. 

E é graças a eles TODOS que a Mariana, sem mérito algum, pousa o seu rabito no Parlamento. Porque não fossem eles, não haveria salário para nenhum de vós, que a bem dizer, é um desperdício. O país não precisa de parasitas que estudam meios para conseguir roubar mais a quem os sustenta. Precisa sim de gente como nós, mais ou menos “abastados” que produz, que investe, que cria postos de trabalho. 

Por isso, cada vez que estiver nessas reuniões de “trabalho” sinta vergonha por mais 1 assalto à classe dos “abastados” (classe média) em vez de começar por tributar o património dos partidos políticos onde se inclui o vosso palacete ocupado à força depois da revolução; por ter chumbado o decreto sobre enriquecimento ilícito; por ter permitido as subvenções vitalícias; por fazer vista grossa à corrupção existente no sector financeiro e organismos públicos; por proteger a classe que nos rouba e empobrece: a vossa.”

O PENTA AOS SETENTA


O que seria da RAZÃO sem um pouco de EMOÇÃO?!



segunda-feira, 15 de maio de 2017

CABARET DA COXA

Operação Papa nas fronteiras: 63 detidos, 36 quilos de droga, 46 armas, 8 veículos, 708 mil euros Mesmo com a condicionante dos meliantes que demandavam Portugal, como todos os que o não são, saberem da existência do controle das fronteiras, que de desenvolveu por apenas quatro dias, desafio quem me lê a socorrerem-se da velhinha regra de três simples, para calcular, por defeito, a quantidade de armas, de droga, de dinheiro falso ou ilícito, que nos entra, em média diária, pelas portas desta nossa Casa.
E , já agora, deixem de se surpreender, quando virem nas televisões assaltos de metralhadoras e outras armas de guerra, os surumados a tomarem conta do País.....e outros actos de banditismo de que não havia memória do antecedente...
Não esquecendo que os homens e mulheres da Segurança envolvidos nestas detenções e apreensões, estão de parabéns e não têm nada a ver com as políticas de portas abertas, sem qualquer filtro, com menos controle que qualquer casa de lanterna vermelha ou dum vulgar cabaret da coxa. 

A FADISTA DE VISEU


MARA PEDRO, a menina fadista que é orgulho de Viseu e junta o Fado à Beleza.
Que tenha muitos êxitos!

quinta-feira, 11 de maio de 2017

VAMOS EXPORTAR IMAGINAÇÃO

É um produto que criamos em quantidade suficiente para consumo interno e para exportação.
Criatividade, imaginação, chamemos-lhe o que nos aprouver. Temos, à farta!

A  PRIMEIRA VERSÃO:



A SEGUNDA VERSÃO:


O ORIGINAL:

ANTI-CRISTO VENDE LIVROS

  Afinal, vou ficando convencido de que o Diabo existe mesmo!
 Parece ter acabado de o ver e ouvir num canal televisivo!
 Numa grande mentira, embrulhada em celofane de algumas verdades (e que a comum das pessoas até reconhece), para ter algum crédito, o homem desancou em Cristo, em Fátima, no Cristianismo, num tom que me sugeriu mais ódio que Amor, seja lá em nome de que Divindade ou Demónio for.
Mesmo para mim, que procuro ser um católico esclarecido, pouco afecto a benzeduras ou "beatices" mundanas, doeu-me ouvi-lo, estranhando tanto rancor à Igreja Católica.
 Eis senão quando, entendi o propósito. O mesmo homem que verbera (em parte, com razão) do mercantilismo que gira na órbita de Fátima, é vendedor empenhado dos seus próprios livros. Deles se ufanou e promoveu, referindo mesmo, com ênfase e trejeitos de feirante, que um deles já vai na 6ª Edição.
 Eu sei que se o conteúdo das suas obras fosse elevar Fátima ao Altar do Mundo, a maior parte dos seus livros ficaria nos escaparates. E que, o ineditismo fracturante vende mais.
Mas, ao invés de vir para as televisões propagandear os seus escritos, e destilar veneno Anti-Cristo, bem podia montar banca numa qualquer Feira do Livro, onde até poderia dar uns autógrafos a figuras gradas deste País, que fazem questão de cirandar por esses eventos.
 Por mim, que não edito livros, nem me pagam para fazer publicidade seja do que for, mesmo em Tempo surumado e de alienação, em que é "bonito" e Moda ser herege ou ateu, vou pecar, esperando que Deus me perdoe: a
 opinião com que fiquei é de que o homem não passará de um anti-Cristo que vende livros e dessa postura faz mealheiro!

quarta-feira, 10 de maio de 2017

O OITO DA NOITE




              “Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que lhe ensinam”.

terça-feira, 9 de maio de 2017

LIXO AUTÁRQUICO

A considerar, antes de mais, os poucos hábitos de limpeza de muitos cidadãos residentes, que parecem conviver bem com a "chafurdice" . Mas, sobretudo, equivalente desrespeito e desinteresse da Autarquia que não zela pela Limpeza e pela Higiene nos espaços públicos que lhe estão cometidos.
Neste caso particular, onde, em contraste com as zonas junto à estrada principal, por onde circulam milhares de olhos, e a limpeza é quase diária e notória, as artérias do Bairro menos expostas, vai tendo, numa periodicidade mensal, uma velhinha cantoneira que recolhe o "maior".
No caso, é uma autarquia com pelouros socialistas, mas, se outras cores partidárias se esmeravam nestes cuidados, outras, não desmerecem desta incúria.
Não lhes vale invocar falta de dinheiro que, se a limpeza é mensal, as festas e festinhas, excursões e caminhadas com lanche, edições de propaganda e louvor em causa própria, contra o que nada tenho, são semanais, com pompa e circunstância.... e custos!
Tudo isto reforça o meu convencimento antigo de que, ao contrário dos timoneiros da governação do País, nas Autarquias, mais do que os emblemas partidários, o que conta mesmo é a estatura e o carácter de quem se perfila para um cargo que é desempenhado, bem mais de perto, junto aos fregueses e munícipes, que os conhecem e sabem aquilatar da sua competência.
Estes que têm pavilhão de anos no meu Bairro, não me voltam a convencer. Por mim, e por muitos, ao que ouço, vão para o "lixo" que capricham em acumular à porta de quem os elegeu, a menos que a maioria dos votantes conviva bem com a imundície!

Bem longe das terras do Vouguinha!:



segunda-feira, 8 de maio de 2017

CAÇADORES FURTIVOS


PCP quer nova contribuição para segurança social dos lucros de empresas - AQUI


É indubitável que as empresas, sejam pequenas, médias ou grandes, já pagam o seu quinhão, quer em IVA, quer em contribuições para a Segurança Social, para lá de outras taxas e taxinhas. Ao ponto de, muitas delas, se sentirem estranguladas e desistirem. 
Este proposto assalto aos lucros, para lá de já passíveis da tesourada fiscal, é que não é mais do que um afugentar de investidores. 
Nem precisamos de ser empresários, mesmo que de xuxas ou piercings, para entendermos que mais esta ameaça à bolsa empresarial, mais não é de que um repelente, bem mais forte do que aquele que devia afastar para longe estes moscardos vermelhos que apostam no "quanto pior, melhor".
Numa Economia estrangulada como a nossa, de que nos vale andar pela Europa, pelo Qatar, pela Indochina, à caça de patos bravos, se estes caçadores furtivos, os da Miséria, já andam aos tiros antes deles levantarem voo?!

sábado, 6 de maio de 2017

O MELHOR E O PIOR NA NET

Segundo especialistas desta poda cibernética, a "Baleia Azul" começou por ser mais um site de caça à Publicidade. Quanto mais visitas tivesse, mais anunciantes colhia e, para isso, tinha que ser algo de impacto. Um impacto miserável e mortífero, neste caso. Mas, mesmo sem fins trágicos, para além de sites sérios e de informação ou entretenimento relevante, muitos outros sites que pululam pela net e que, sem que sejam tão malévolos e terríficos como o da Baleia, apenas perseguem a mesma finalidade publicitária, com lixo e autênticas "tretas" e em que muitos de nós, por descuido, até vamos caindo e partilhando, como são muitos sites de notícias falsas e blogues da treta. Estou a lembrar-me daqueles que fazem apelo á nossa curiosidade com títulos como "uma vaca comeu um cão em Alcafozes"; "A Dona Virgolina da Silva dormia com 6 cobras na cama, em Alguidares de Baixo!" "um leão à solta comeu dez ovelhas, em Silvado da Serra"......... E, o pessoal, na dúvida, ou mesmo conhecendo ser treta, lá vai ao site "linkado" para saber como aquela é desenvolvida e é mais uma visita que conta para a estatística de valoração daquele sítio da net.
A Net, como eu já referi, tem do Melhor e do Pior. Quanto mais distraídos ou ingénuos formos, mais depressa mordemos o anzol, que, no caso da "Baleia Azul" é mesmo um crime hediondo que só gente sem escrúpulos e desprovida de humanismo poderia ter inventado!
Mas, há muitos mais a tentarem "comer-nos por lorpas"!
Mesmo aqueles que nos tentam convencer que as vacas voam....ou andam de bicicleta!


                 
Imagem daqui: "fickr.com", por Rossane Merat.

quinta-feira, 4 de maio de 2017

BALEIAS MORTÍFERAS



Depois de lerem o que penso deste drama da "Baleia Azul", podem chamar-me antiquado, conservador, cota ou mimos similares. Mas, no mínimo, reflictam sobre alguns pontos, algumas questões retóricas que vos vou deixar:
. Para lá dos triviais conselhos, que reputo de indispensáveis, no momento, mais do tipo "apagar o fogo", ao invés de o prevenir,  expressos por muitas entidades, por várias formas e meios, dos cuidados que os pais e educadores devem ter para fazer face a essa "Baleia Azul", alertando e vigiando os filhos, ouso perguntar:
- Já alguém responsável nesta Sociedade se deu ao trabalho de visionar algumas séries infantis e juvenis que canais televisivos despejam, por atacado, a toda a hora?! Nunca ninguém se deu conta de que, a par de alguns de índole formativa e educativa, muitos daqueles "bonecos", bem "espremidos" mais não são que o culto da violência gratuita e um estímulo aos piores instintos do ser humano?!
- Já alguém responsável se deu conta dos efeitos perversos de alguns programas, até a nível nacional, - o preço a pagar pela guerra das audiências - pomposamente denominados de "entretenimento" , no horário nobre de algumas estações televisivas, a que as crianças não estão alheias, que, mesmo não visionando, lhes chega aos ouvidos a linguagem desbragada, que lhes vai preenchendo o vocabulário?
- Já alguém responsável nesta Sociedade se deu conta da escassez de actividades físicas e de outra índole recreativa a que os jovens têm acesso, mesmo que hajam mais pavilhões (vazios) por metro quadrado neste País, que seres pensantes, e que, de forma equilibrada lhes retirem algumas horas de lazer gastas na Internet ou jogos de dúbio alcance, nos telemóveis e outras plataformas?
Esta Sociedade consumista, do lucro pelo lucro, que vende de tudo, sem olhar a meios e preocupações com a responsabilidade formativa da personalidade das crianças a gatinharem para a Vida, não tem Alma e os Estados assobiam para o lado, que o IVA até dá jeito!
Esta e outras perigosas "baleias", não serão mais que o acumular de todas as outras, azuis, amarelas, verdes, vermelhas, ou cor de burro a fugir, que diariamente são impingidas aos jovens.
Bem podemos e devemos alertá-los, vigiar-lhes os hábitos, que não usaremos mais do que débeis paliativos, enquanto os Média, que têm do Melhor e do Pior, lhes venderem ilusões, comércio de vícios e baralhadas doses onde o Bem e o Mal não têm linha a separá.los.
A Sociedade mercantilista, do lucro pelo lucro, sem Alma nem Respeito,  está doente e a cura não é fácil, enquanto continuarmos a fazer de conta que nada se passa!

MONUMENTO AOS COMBATENTES

EM SÃO MIGUEL DO MATO-VOUZELA
 O Vouguinha congratula-se e agradece a quem teve a iniciativa e pugnou por mais um dos monumentos de gratidão e homenagem aos que serviram a Pátria, cumprindo o seu DEVER,
não deixando, sobretudo, esquecer aqueles que o fazendo tiveram a desdita de morrer por ela.
 Ultrapassados os complexos e para lá das ideologias e natureza da Guerra, conforta-nos saber que a minha freguesia de origem é um dos cerca de quatrocentos locais onde o Povo deste País ainda tem memória e não se esquece dos seus.
  Monumento inaugurado em 30/4/2017, no Largo da Junta de Freguesia. 


  Para os que tiveram  a Sorte de sobreviver aos perigos que todas as guerras comportam, o abraço fraterno deste Vouguinha, vosso companheiro de armas e de luta, para os que sacrificaram as suas vidas que Deus os recompense com Paz e obrigado pela vossa dádiva.
  Um dia, nos encontraremos, na última Parada!




sábado, 29 de abril de 2017

TRETAS PERIGOSAS

AS BALEIAS AZUIS E A MANIPULAÇÃO
 Preocupado, como muitos estarão, estou para aqui a pensar de como, se um qualquer demente russo consegue aliciar e dominar a mente de jovens adolescentes através de um simples telemóvel, levando-os até à morte, como não poderão políticos manipuladores engajarem para as suas causas, por mais perniciosas que elas sejam, jovens que manipulam através de correio, telemóveis, jornais e canais de televisão, meios que, em parte, controlam a seu belo prazer!
 Quer queiramos, quer não, vivemos uma Era de Propaganda, onde as novas tecnologias comportam o melhor e o pior de dois Mundos!
 Não precisamos sair daqui, onde, a par de sites com conselhos sérios e úteis, aparecem aqueles sítios da treta que nos impingem mezinhas milagrosas para a tosse, para a beleza e, até, para os artelhos e que, alguns de nós, se apressam a partilhar como se estivesse ali o segredo da reencarnação! ;)
Paralelamente a "jornais" da treta, tipo imprensa falsa, que pululam pela net, sem qualquer rosto que lhes possa conferir respeitabilidade.
E que, do mesmo modo, muitos se apressam a partilhar nas redes sociais, como se estivesse ali a verdade suprema.
Porventura, é defeito meu, mas, ainda bem que sou desconfiado! ;) Que, até em sites, jornais e TVs com rosto, utilizo o "filtro"!

sexta-feira, 28 de abril de 2017

PAGAMOS, PAGAMOS!

 Do Mal o menos! Alguns dos pregadores do "NÃO PAGAMOS", reunidos em grupo de estudo da Dívida, pretendem dois afagos, apenas no que concerne aos parceiros europeus a quem ferrámos o "calote", que o FMI não concebe, tão pouco, qualquer discussão do quinhão de que é credor.
O primeiro, é a baixa dos juros, o segundo, o alargamento do prazo.
 Concordo com o primeiro. É uma tentativa para baixar os custos dessa Dívida e não abalará a apreciação dos Mercados e das Agências de Rating, desde que, ao contrário do que é habitual, não se faça disso luta interna intestina e alarde internacional, que ecoe para lá dos Pirenéus.
 Quanto ao alargamento do prazo, é que me faz recear que a Dívida, da irresponsabilidade de sucessivos governos da abrilada, e que teve o climax no último governo socialista, e que eu já lamentava terem de ser os meus netos a pagar, obrigue, com este alargamento, a que também os bisnetos e trinetos sejam devedores muito antes até de serem projectados!
 É que, além do mais, temo que a ir avante este estudo de Galamba, Loução & Compª Limitada, poderá apenas ter por objectivo que este e outros governos ageringonçados que lhe sucedam, ao invés de seguirem políticas económicas internas de crescimento, conducentes ao pagamento das obrigações com os credores, possam, apenas, com o empurrar com a barriga para os vindouros, disporem de mais meios para a Propaganda, para floreados caça-votos, em que já, de há muito são bacharelados!
 Que se fiquem pelo esforço de que os credores europeus baixem os juros e que se deixem de estratégias helénicas, que, num quadro económico global, poderá alarmar os Mercados e fazer com que seja pior a emenda que o soneto!
 E que, como sempre, custará mais aos outros, a todos nós, que quanto aos proponentes e seus pares da Política profissional, são e serão sempre sustentados pelos dinheiros do Povo, haja ou não desafogo económico!

terça-feira, 25 de abril de 2017

25 DE ABRIL




 Salvou-se o Dia. Homenageia-se um dos Homens da Ala Liberal que, no tempo da "Outra Senhora", eram o prenúncio de que estávamos a caminho da Democracia, passo a passo, devagar, mas num processo natural, sem convulsões, sem traições, que se sedimentaria, a breve trecho, sem sacrifício de milhares de portugueses que, mesmo lutando por ela, se viram despojados das suas vidas e do Futuro.

 Obrigado, Sá Carneiro, Balsemão, Miller Guerra e tantos outros, que souberam lutar pelos ideais da liberdade, em batalhas difíceis, sem perderem a noção de Pátria e sem hipotecarem os destinos do País a obscuros interesses das Potências estrangeiras que se gladiavam na Guerra Fria e a quem alguns abriram as portas da traição.